Home / Educação / Unidades básicas de saúde e escolas da rede pública são reabertas nesta terça

Unidades básicas de saúde e escolas da rede pública são reabertas nesta terça

Ambulatórios e farmácias de alto custo também voltarão a funcionar

Unidades básicas de saúde e escolas da rede pública são reabertas nesta terça

Após dois dias de suspensão nas aulas da rede pública, as escolas funcionarão normalmente a partir desta terça-feira (29). As Unidades Básicas de Saúde (UBS), fechadas nesta segunda-feira (28), também voltarão à normalidade no mesmo dia. A medida foi anunciada pelo governador Rodrigo Rollemberg, em entrevista coletiva nesta segunda.

“Nós fizemos uma avaliação dos quatro últimos dias. Mais de dez milhões de litros de combustível foram distribuídos nos postos do DF. Só hoje mais de 190 caminhões foram escoltados pela Polícia Militar”, explicou o governador. Desde sexta, o Governo de Brasília obteve liminares para desobstruir rodovias e anunciou escoltas para transporte do combustível.

Rollemberg garantiu ainda que há combustível para toda a frota de transporte público na terça e quarta-feira. O metrô segue funcionando normalmente, com possibilidade de ampliar a capacidade nos horários de pico. Em relação ao aeroporto, ele indicou que há mais de 50% da capacidade de estocagem.

O governo ainda não dá estimativa do prejuízo que a greve dos caminhoneiros causou a capital. “São diversas áreas e ainda estamos vivendo a crise nacional. Vale lembrar que a solução está em âmbito federal. As ações do Governo de Brasília são para reduzir os impactos para a população”, alega.

Saúde retomada

Segundo o secretário adjunto de assistência da Secretaria de Saúde, Daniel Seabra, o número de faltas nos hospitais e nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) foi “insignificante”. A decisão de fechar as Unidades Básicas de Saúde (UBS) e realocar os profissionais em outras unidades de saúde foi, justamente, para “antecipar a um possível problema”.

“Fizemos uma avaliação de sábado (26) até hoje (28) em relação às faltas nos hospitais e UPAs e foi identificado que praticamente não houve ausência de servidores. O intuito de deslocar da atenção primária era para caso de falta de servidores, de modo que não interrompesse a assistência à população. Percebemos hoje que não haveria a necessidade de continuarem fechadas, pois o pessoal está conseguindo ir trabalhar”, esclarece.

Por isso, a partir de amanhã (29) até quarta-feira (30), as UBS e as consultas ambulatoriais funcionarão normalmente. Apenas as cirurgias eletivas – aquelas que são marcadas – continuam suspensas, exceto no Instituto Hospital de Base. As ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) atenderão apenas casos de urgência e emergência. Na quarta-feira (30), o governo volta a se reunir para fazer uma reavaliação e apontar novas medidas.

Você pode Gostar de:

Difíceis de matar: 9 plantas muito fáceis de cuidar

Selecionamos espécies de plantas ideais para quem não tem tempo para cuidar delas A tendência …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *