Home / Noticias / Polícia Militar e estudantes da UnB entram em confronto na Esplanada

Polícia Militar e estudantes da UnB entram em confronto na Esplanada

Quatro pessoas foram detidas. É a segunda vez em abril que alunos e PM se desentendem no Ministério da Educação.

  Polícia Militar e estudantes da UnB entram em confronto na Esplanada; veja vídeo

Polícia Militar e estudantes da UnB entram em confronto na Esplanada; veja vídeo

Um protesto de estudantes da Universidade de Brasília (UnB) no Ministério da Educação terminou em corre-corre, tiros de balas de borracha e bombas de gás por volta das 12h30 desta quinta-feira (26), após um confronto com a Polícia Militar (veja vídeo acima).

Quatro pessoas foram levadas para a 5ª Delegacia de Polícia por desacato, incitação e desobediência. Uma delas, ferida, foi encaminhada a um hospital do centro da capital.

Entre os objetos apreendidos pela PM, estavam um canivete, uma faca pequena de cozinha, duas tesouras, casacos, sprays, uma garrafa de vinagre, leite de magnésia, lenços e um soro fisiológico. A Polícia Civil não permitiu que os estudantes e os itens fossem fotografados pelo G1.

Polícia Militar atira bomba de gás em protesto de estudantes da Universidade de Brasília (UnB) no Ministério da Educação (Foto: Luiza Garonce/G1)

Polícia Militar atira bomba de gás em protesto de estudantes da Universidade de Brasília (UnB) no Ministério da Educação (Foto: Luiza Garonce/G1)

Um vídeo gravado de dentro do Ministério da Educação (veja abaixo) mostrou o momento em que o conflito começou. Os estudantes estavam parados havia, ao menos, 30 segundos quando foi ouvido o barulho de bombas de efeito moral e disparos de balas de borracha.

Manifestantes da Universidade de Brasília enfileirados na via de acesso ao Ministério da Educação, em frente à cavalaria da Polícia Militar (Foto: Luiza Garonce/G1)

Manifestantes da Universidade de Brasília enfileirados na via de acesso ao Ministério da Educação, em frente à cavalaria da Polícia Militar (Foto: Luiza Garonce/G1)A reportagem do G1 testemunhou o momento em que os estudantes estavam enfileirados, com máscaras e placas de madeira, na via de acesso ao ministério, a cerca de 20 metros de distância da tropa de choque da PM. Os alunos cantavam em coro que os policiais estavam “do lado errado” quando um militar lançou uma bomba na calçada.

Vídeo gravado no MEC mostra momento em que PM investe contra estudantes da UnB

Vídeo gravado no MEC mostra momento em que PM investe contra estudantes da UnB

Já o porta-voz da PM, major Michello Bueno, disse que “os estudantes fizeram uma linha e foram para cima dos policiais com escudos feitos de tapumes, pedras e paus”. Segundo ele, “a tropa teve de dispersar os estudantes, e houve um confronto por causa dessa situação”.

Estudantes da UnB usaram pedaços de madeira como escudo durante protesto na Esplanada dos Ministérios, nesta quinta (26), em Brasília (Foto: Luiza Garonce/G1)

Estudantes da UnB usaram pedaços de madeira como escudo durante protesto na Esplanada dos Ministérios, nesta quinta (26), em Brasília (Foto: Luiza Garonce/G1)

Dispersão

Depois do primeiro confronto, a PM avançou sobre os alunos a pé e com a cavalaria, lançando bombas. O movimento foi dispersado até chegar à Rodoviária do Plano Piloto. Até a última atualização desta reportagem, não havia informações sobre outros feridos.

Homem é detido por PMs durante protesto de estudantes da UnB

Homem é detido por PMs durante protesto de estudantes da UnB

Também nesta quinta (26), um protesto com cerca de 1,5 mil indígenas fechou os dois sentidos do Eixo Monumental. Neste, não houve confronto.

Polícia Militar em frente ao prédio do Ministério da Educação durante protesto de estudantes da UnB, em Brasília (Foto: Luiza Garonce/G1)

Polícia Militar em frente ao prédio do Ministério da Educação durante protesto de estudantes da UnB, em Brasília (Foto: Luiza Garonce/G1)

Histórico

É a segunda vez neste mês que os alunos da UnB e a PM se desentendem na Esplanada dos Ministérios. No dia 10, três alunos foram detidos – um por desacato, um por dano ao prédio e outro por pichação. Manifestantes foram agredidos, policiais militares usaram spray de pimenta, uma vidraça do MEC foi estilhaçada e as seis faixas do Eixo Monumental, sentido Rodoviária, foram fechadas.

Você pode Gostar de:

Greve de caminhoneiros chega ao 5º dia e causa reflexos pelo país; governo aciona forças federais para desbloquear estradas

Falta de combustível causa filas nos postos; ônibus estão com frota reduzida; comércio sofre com …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *